Os trabalhadores da empresa Logistech, que prestavam serviços nos postos da Eletropaulo, tiveram o pagamento das verbas rescisórias garantido.

Ao tomar conhecimento da rescisão do contrato comercial entre as empresas, o Sindeepres requereu audiência de conciliação com as empresas Logistech e Eletropaulo junto ao Ministério do Trabalho e Emprego.

Na oportunidade, a Logistech declarou não possuir condições financeiras para arcar com o pagamento das verbas rescisórias devidas aos empregados. O Sindicato cientificou a tomadora Eletropaulo sobre a sua responsabilidade referente ao pagamento dos direitos trabalhistas dos empregados.

A Eletropaulo atendeu à solicitação do Sindeepres, efetuando o pagamento dos salários em atraso e de todos os haveres trabalhistas relacionados à rescisão contratual dos empregados.

Página 192 de 192